Negócio de corações

Picodi

O Dia dos Namorados. Outra vez vamos passar semanas em olhar para coraçõezinhos nas montras de cada loja, procurar uma mesa nalgum restaurante, que não é nada fácil e de cada lado vão nos atacar trailers e cartazes de novas sombras de Grey. Quantos de nós já estão fartos desta festa? E quantos a adoram e não imaginam o dia 14 de fevereiro sem um jantar de luxo e um filme no cinema? Ou sem flores, chocolates, perfumes, peluches? E quantos preferem passar este dia com o verdadeiro amor da sua vida – o seu gato, ou até em boas, velhas maratonas de filmes de terror?

De onde vem a tradição de celebrar o Dia dos Namorados? O Dia de São Valentim foi oficialmente estabelecido no ano 496 pelo Papa Gelásio I com a finalidade de substituir uma tradição pagã – Lupercália. A celebração foi-se transformando ao longo dos anos e somente no início do século XVII em Grã-Bretanha surgiu o costume de enviar cartões de Dia dos Namorados.

Atualmente o Dia de São Valentim é considerado uma boa oportunidade para confessar amor ou até para pedir a mão da sua amada. E quais são os segredos do lado financeiro desta festa de amor mais importante do mundo?

Perguntamos a 5.600 pessoas de 32 países (da Europa, Ásia, Austrália, África e as duas Américas) para conhecer a perspetiva local desta celebração em vários países. No nosso estudo não incluímos países em quais a celebração do Dia dos Namorados é proíbida ou mal vista por causas religiosas – Paquistão, Malásia, Indonésia, Afeganistão, Irão e Arábia Saudita. Leia o nosso estudo para saber quanto os namorados são dispostos a gastar em presentes e se a realidade cumpre as expectativas dos que os recebem.

Dia dos Namorados em Portugal

Dia dos Namorados em Portugal

Os resultados mostram que até 84% das pessoas celebram o Dia dos Namorados, o que significa que neste dia quatro em cada cinco portugueses preparam alguma coisinha especial para o seu amor. Somente 16% decidem ignorar este acontecimento. As estatísticas são um pouco diferentes quanto às pessoas que estão numa relação. Entre eles, somente 9% dos homens não celebram o Dia de São Valentim e até 18% das mulheres.

Já conhecemos também o segredo do que realmente desejam as mulheres. Felizmente a possibilidade de um Dia de São Valentim exitoso são enormes – tanto os homens (76% deles) como as mulheres (56%) gostariam de receber um convite para jantar no restaurante. Será verdade que o amor se cria no estômago? A segunda coisa mais desejada pelas mulheres são as flores (38%) e roupa (37%). E os homens? Eles gostavam de passar esta noite em teatro ou cinema (20%) ou receber roupa (16%).

Será que recebemos o que desejamos? Nem sempre é assim. Os homens normalmente convidam a sua namorada para um jantar (52%), compram peluches ou bilhetes para cinema ou teatro. Entretanto as mulheres gostam de oferecer roupa (49%), jantar no restaurante (27%) e perfumes (22%). E quais são os piores presentes? As mulheres odeiam receber eletrodomésticos (44%) e dinheiro (40%), enquanto que os homens não gostam de chocolate (32%) nem de peluches (28%) ou flores (28%).

Para além disso, 12% dos homens admitiram que nunca receberam um presente no Dia de São Valentim, contra 25% das mulheres.

Não é o preço mas a intenção o que importa

Generosidade sem fronteiras

Conforme as nossas estatísticas no Dia dos Namorados envia-se mais de um bilhão de cartões, só um pouco menos do que no período do Natal. O início do fevereiro é também um dos períodos mais lucrativos para os proprietários das lojas. Como mostraram as estatísticas interiores do Picodi das transações em lojas online, no ano passado no período do Dia do São Valentim a venda dos artigos de bijuteria aumentou 37%, de cosméticos e perfumes 38% e de produtos para adultos 45%.

Quanto os portugueses são propensos a gastar em presentes? Conforme o nosso estudo gastam em média 61€, mas o valor é diferente entre homens e mulheres. Homens gastam em média 70€ no seu presente e mulheres – 52€.

As nações que são os mais generosas no Dia dos Namorados são habitantes de Hong Kong (152€), chineses (127€) e americanos (121€). Os que gastam menos são húngaros (27€), nigerianos (26€) e filipinos (24€).

Em quase todos os países – exceto Turquia, Vietnã e Nigéria – são os homens aqueles que compram os presentes mais caros às mulheres. Os homens mais generosos são os de Grã-Bretanha, dos Estados Unidos, China e Hong-Kong.

Os estudos mostraram que a grande maioria das mulheres não desfruta de receber flores no Dia de São Valentim. Mesmo assim é o quinto presente mais popular em todo o mundo!

Metodologia

Fizemos pesquisa em mais de 5.600 pessoas da África, Oriente Médio, Ásia, América Central e do Sul, Europa, América do Norte e Oceania para obter dados de 32 países e culturas onde se celebra o Dia dos Namorados. Este estudo inclui também os dados internos da Picodi.com relativos a transações online em lojas em que Picodi oferece os seus serviços. Ao converter a moeda foi utilizado o valor médio de conversão em janeiro de 2018.

Política de uso aceitável (Fair Use Statement)

Os seus leitores estão interessados em conhecer maneiras fáceis de poupar dinheiro? Gostaríamos de ver os resultados do nosso estudo compartilhados na sua página para fins não-comerciais. Assegure-se de inserir o link para esta página, para que os seus leitores possam ver o nosso estudo na sua totalidade e os nossos contribuidores ganharem crédito por seu trabalho.


Essas lojas oferecem hoje descontos extremamente altos! Veja:

La redouteGearbestMyproteinLogitravelRail europe
EdreamsGuessAbreuAliexpressNike

 

``