Negociações ao redor do mundo

Picodi

A Arte de Regatear Preços

Quanto às negociações, nem todos os preços são negociáveis. Provavelmente não receberá desconto no leite ou pão num supermercado somente porque quer. Mas se for comprar um carro ou fazer reparações na casa, a arte da negociação pode ajudar bastante.

Vale a pena todo o esforço para pechinchar por um preço melhor? A resposta é “sim” e vamos indicá-lhe onde e como!

Fizemos um inquérito em mais de 3.100 pessoas em todo o mundo (incluindo Estados Unidos, Europa e África) para perceber quais são os requisitos para tornar-se um bom regateador – desde a influência do género na capacidade de conseguir a melhor oferta até a importância da aparência física na sua cultura. Continue a leitura para conhecer as nossas conclusões onde e quando pode tentar negociar – num táxi no México ou comprando bijuteria na Índia – e quanto pode poupar no regateio.

Negociações em Portugal

Os hábitos de regateio dos Portugueses

O nosso estudo mostra que 63% da população portuguesa gosta de pechinchar. Somente 41% das mulheres gosta das negociações em comparação com 91% dos homens. São também os homens os que conseguem melhores descontos- 15% em comparação com 11% de poupança conseguidos pelas mulheres portuguesas.

A negociação é mais fácil para homens, mulheres, ou igual para os dois géneros? A sociedade portuguesa está dividida nesta questão. 38% das pessoas que participaram no inquérito acreditam que é mais fácil para homens, 33% que é mais fácil para mulheres e 29% acredita que o género não tem importância.

Quanto a influência da atratividade física no êxito de negociação, 29% acredita que a beleza sim tem importância no processo de regateio.

Os portugueses negociam principalmente faturas de telemóvel, renovações na casa e reparações de carro. E como se negocia no resto do mundo? Quais são as diferenças entre Portugal e outros países?

Quem é melhor nas negociações?

Alegria do regateio

É inegável que as negociações eficazes requerem certas habilidades. Se é bom pode até viver disso, realizando negociações regularmente. Algumas dessas habilidades podem ser aprendidas, mas alguns estudos sugerem que a capacidade de negociação pode estar conectada às nossas personalidades. Alguns fatores como inteligência emocional e habilidade cognitiva podem afetar a maneira como analisamos uma situação, interagimos com outras pessoas e, finalmente, a maneira que desenrolamos uma negociação.A nossa pesquisa descobriu que homens em todo o mundo estão mais propensos a regatear do que as mulheres. 37% das mulheres desfrutam do processo de negociação em comparação com 45% dos homens. No entanto apreciar o jogo nem sempre significa ser bom nele. As mulheres admitiram que conseguem obter melhor desconto do que os homens em média, sendo 18% contra 17%, respectivamente.

O seu sucesso nas negociações também pode depender da localidade em que tenta regatear. Conforme a nossa pesquisa, as pessoas da Colômbia, Chile e Grécia geralmente são os que mais gostam de negociar, enquanto em Emirados Árabes Unidos, na Chile e na Grécia as pessoas conseguem as melhores ofertas. Especialmente em países asiáticos, a arte da negociação é construída na base de uma boa relação entre os dois lados da mesa. Nessas culturas, a amizade pode vir antes dos negócios, e negociar os preços não é um fardo, sendo uma oportunidade para conversar ou conhecer alguém.

Especialistas descobriram que habitantes da Austrália, Canadá, Reino Unido e dos Estados Unidos preferem um estilo de negociação mais direto e franco e gostam de negociar com humor, o que pode ser ineficaz ou levar ao confronto. Menos da metade dos americanos gosta de negociar preços mais baixos, embora eles geralmente alcançassem 17% de desconto quando o fizeram.

A importância de género no processo de negociação

Parece ser muito fácil

Da mesma forma que os traços de personalidade podem influenciar a capacidade de negociação, é possível que o género também possa desempenhar um determinado papel nesse processo. Há diferenças entre como os homens e as mulheres ao redor do mundo desfrutam das negociações, e a pesquisa mostra que isso pode ser fruto do seu género. Estudos apontam que homens e mulheres abordam as negociações de forma diferente de ambos os lados do negócio. Enquanto os homens preferem negociar com o poder, as mulheres estão mais inclinadas a comprometer-se.
Na maioria dos países, com as Filipinas em destaque, acredita-se que é muito mais fácil para as mulheres do que os homens quando o assunto é regatear. No entanto, muitos países (incluindo a Argentina, Chile e Reino Unido) apontam que a habilidade de negociar é igual, independentemente do género. Em apenas cinco países – República Checa, Malásia, Paquistão, Portugal e Estados Unidos – os participantes indicaram que a negociação era mais fácil para os homens do que para as mulheres.

A beleza está nos olhos do negociador

Beleza na negociação

É difícil dizer se é a autoconfiança o que torna as pessoas mais atraentes ou, se sendo atraente, consequentemente uma pessoa se sente mais confiante. Curiosamente os entrevistados admitiram que uma boa aparência poderia influenciar a capacidade de negociar de forma mais eficaz. Claro, os traços que tornam a pessoa atraente não são apenas físicas, e existem comportamentos que podem ser aprendidos e que podem fazer com que uma pessoa pareça mais encantadora durante uma negociação complicada. Ouvir mais, sorrir frequentemente, e ter consciência da aparência e da higiene são alguns dos traços das pessoas atraentes.

Independentemente do país de origem, 4% das mulheres e 6% dos homens afirmaram que a atratividade raramente ou nunca influenciou a habilidade de negociar. Muitos ficaram divididos sobre o assunto. Quase 1 em cada 4 mulheres e mais de 1 em cada 5 homens sugeriram que a aparência de uma pessoa às vezes pode desempenhar um papel importante nas suas habilidades de negociação. Cerca de 20% das mulheres confirmaram que a atratividade muitas vezes ou sempre teve impacto na negociação, enquanto que os homens acreditam que a aparência frequentemente ou sempre desempenha um papel de peso na arte de negociar.

Enquanto os homens estavam mais propensos do que as mulheres a sugerirem que uma boa aparência poderia ter uma influência consistente no processo de negociação, a pesquisa descobriu que os homens também estão mais propensos a superestimar as suas aparências. Apesar dos homens acreditarem na importância da aparência física mais do que as mulheres, ao final são as mulheres que conseguem os melhores descontos.

As transações atrativas

Belo como uma pintura

Seja justo ou não, muitos estudos mostram que a aparência é importante quando se trata de sucesso. Embora a noção de aparência nem sempre esteja exclusivamente ligada à características físicas, ela pode incluir elementos como linguagem corporal e a maneira como se apresenta (incluindo acessórios altamente visíveis, como cabelos tingidos, piercings e tatuagens).

A nossa análise descobriu que habitantes de alguns países acreditam que a atratividade é um fator primário nas negociações bem sucedidas. Na Canadá e nos EUA as pessoas admitiram que uma boa aparência tem um impacto significativo na capacidade regateio. Entretanto nas Filipinas e na Índia as pessoas estão menos propensas a submeter-se ao poder da aparência. Isso poderia significar que as culturas orientais e ocidentais têm prioridades diferentes? Pesquisas sugerem que países orientais (incluindo China, Malásia ou Indonésia) podem valorizar o dinheiro mais do que os países ocidentais. Nos países onde a atratividade foi vista como um bem valioso durante a negociação, o amor era considerado mais importante do que o dinheiro.

Nas Filipinas as pessoas também reconheceram que as mulheres tendem a ter mais vantagens quando o assunto é negociar. A pesquisa apontou que as mulheres na Ásia geralmente são mais confiantes na sua experiência financeira do que seus cônjuges e aprendem a administrar o dinheiro numa idade mais jovem em comparação com outras culturas. Como foi confirmado pela longa história de figuras políticas femininas poderosas, alguns especialistas sugerem que as mulheres asiáticas também estão mais propensas a serem vistas como parceiros iguais quando se trata de negócios e finanças.

Internacionais dicas de negociação

Os bens mais importantes

Nos Estados Unidos a mensalidade de uma assinatura de ginásio custa cerca de 60$ e curiosamente cerca de 2 em cada 3 pessoas acabam não utilizando a infraestrutura oferecida. Se é um dos muitos americanos que pagam mensalmente por um treino mais especializado, pode estar um pouco atrapalhado. No Brasil, na Itália e no Canadá, as pessoas estão mais propensas a negociar um preço melhor para determinadas sessões de treino.

Parece que em certos países não merece a pena tentar reduzir o custo do seu aluguer ou conta de telemóvel, mas em outros lugares do mundo, talvez estará pagando excessivamente se pelo menos não tentar. No Canadá, se aluga uma casa diretamente do proprietário, uma pequena negociação antes de assinar o contrato do aluguer pode ajudá-lo a poupar centenas de dólares por mês. Nos países europeus, como França, Espanha e Reino Unido, existem dicas que pode usar para evitar um pagamento excessivo na conta de telefone, mas se não funcionarem, as pessoas desses países sugerem pedir uma tarifa melhor de qualquer maneira.

Quando a Austrália, as conclusões são bastante claras. Parece que os produtos de decoração para o lar como móveis e antiguidades são considerados como uma categoria de mercadorias que merecem ser negociadas. Nos Estados Unidos, um dos produtos mais comuns para pechinchar é o preço de automóvel, os americanos estão 60% mais propensos a mediar uma condição melhor antes de sair da concessionária. Embora significativamente menos comum em outros países, um terço das pessoas de países europeus, como Alemanha e U.K provavelmente fariam o mesmo.

Onde pode poupar

Este preço não é correto

Quando se trata da reparação do carro, negociar a taxa (antes do serviço ser concluído) pode significar a diferença entre obter um preço justo e honesto ou ser enganado, especialmente se for mulher. Estudos mostram que as oficinas de reparação de automóveis muitas vezes aumentam o valor do serviço para as mulheres ou sugerem a compra de serviços que talvez nem sejam necessários. Ainda assim, quando se trata de regatear o custo do conserto de carros, os homens estão mais propensos do que as mulheres a colocarem as “mãos na massa”. Negociar reparos domésticos ou viagens de táxi também são mais propensos a serem realizados pelos homens do que pelas mulheres.
Pode ser que os homens estejam mais dispostos a regatear por coisas maiores, mas as mulheres estão dispostas a negociar preços melhores quando se trata de contas de telemóvel, aluguer e limpeza. A pesquisa descobriu que, embora as mulheres negociem com menos freqüência do que os homens. Isso não significa necessariamente que elas não devem tentar, como nossa pesquisa descobriu que elas são muitas vezes melhores em reduzir o preço do que os homens.

Vontade de negociar

É a minha última proposta

Independentemente do lugar que se encontra atualmente, se é homem ou mulher, ou o quão atraente se sente, existem habilidades específicas que pode praticar (e chegar a perfeição) quando se trata de negociar. Seja aberto, fale sobre a qualidade do produto e nunca faça a primeira oferta. Nem sempre atingirá o acordo que deseja, mas criará a sua autoconfiança ao longo do percurso e consequentemente será bem sucedido.

Quando se trata de produtos em quais homens e mulheres estão dispostos a negociar um preço melhor, roupas frequentemente aparecem no topo da lista.

14% dos homens e 17% das mulheres estão dispostos a negociar o preço de roupa, seguidos por carros e antiguidades. Nos Estados Unidos, quase todos os elementos do processo de compra de carros estão possíveis de negociar, desde que se lembre de manter a emoção fora do processo e se concentrar no preço. Os especialistas recomendam saber quanto está disposto a pagar antes de entrar na loja e também obter cotações de outras concessionárias antes de decidir-se a compra.

Os produtos que a maioria das pessoas não achavam que valiam a pena tentar regatear: contas de telemóvel, aluguer e colchões.

Melhores oportunidades, menos estresse

Quando se trata de negociar por um bom preço em praticamente qualquer coisa, existem determinadas variáveis a ser consideradas, do valor real do produto até a conexão emocional que pode sentir pelo serviço ou produto. Até mesmo as normas e práticas culturais podem entrar em jogo ao decidir o que vale a pena negociar.

  • Das 3.100 pessoas pesquisadas ao redor do mundo, os homens aproveitaram melhor o processo de negociação por um preço melhor do que as mulheres, mas eles podem não ser tão habilidosos na arte do negócio quanto elas.
  • De acordo com alguns países (incluindo México, França e Índia), pode ser mais fácil para as mulheres negociarem o preço das coisas, mesmo que não estejam dispostas.
  • Homens e mulheres tiveram opiniões diferentes sobre o papel que a aparência de uma pessoa desempenha na sua capacidade de negociar. Nos países ocidentais (como Canadá e os EUA) disseram que uma boa aparência tem um impacto significativo sobre o quão bem uma pessoa pode conseguir uma boa oportunidade.

Negociar um preço justo por conta própria pode ser complicado, mas encontrar boas ofertas não deve ser. No Picodi, colocamos os melhores descontos e promoções online num só lugar para que não tenha de se preocupar em pagar demais pelas coisas que deseja ou precisa. Com uma ampla seleção de ofertas de todos os seus revendedores favoritos em 35 países ao redor do mundo, o Picodi é o seu companheiro de compras inteligentes. Visite-nos no Picodi.com para começar a poupar agora.

Metodologia

Nós fizemos pesquisa em mais de 3.100 pessoas da África, Oriente Médio, Ásia, América Central e do Sul, Europa, América do Norte e Oceania para obter dados de 44 países e culturas. Esta pesquisa específica serve para ajudar os leitores a entenderem melhor as práticas de preços baixos em todo o mundo.

Fontes

Política de uso aceitável (Fair Use Statement)

Os seus leitores estão interessados em conhecer maneiras fáceis de poupar dinheiro? Gostaríamos de ver os resultados do nosso estudo compartilhados na sua página para fins não-comerciais. Assegure-se de inserir um link para esta página, para que os seus leitores possam ver o nosso estudo na sua totalidade e os nossos contribuidores ganharem crédito por seu trabalho.


Essas lojas oferecem hoje descontos extremamente altos! Veja:

La redouteGearbestMyproteinLogitravelRail europe
EdreamsGuessAbreuAliexpressNike

 

``