Revista PechinchãoRelatórios e análises do mercado do Picodi.com

Índice de Gasolina 2021: Quem comprará mais gasolina por um salário médio?

PicodiJulho 13, 2021

A equipe analítica do Picodi.com analisou como os preços da gasolina mudaram na primeira metade de 2021 em comparação com o ano passado e calculou quantos litros de gasolina os portugueses comprariam por salário médio.

Aumento dos preços nos postos de gasolina

A primeira metade de 2021 foi caracterizada por descongelamento da economia e aumento dos preços da gasolina em relação ao primeiro semestre de 2020. Na Europa os maiores saltos de preços foram registrados na Hungria (+20,2%), Turquia (+19,4%) e Luxemburgo (+16,9%).

Portugal regista o aumento de preços superior a 11,8% e classifica-se em 12º lugar na lista dos países europeus. Os preços da gasolina também aumentaram na Espanha (+9,3%), França (+8,8%) e Itália (+5,5%).

A tendência oposta foi notada apenas em Malta e Albânia, onde os preços da gasolina diminuíram em relação ao ano passado.

Índice de Gasolina 2021

Na Europa os Russos abastecem o mais barato – neste país pagam 0,54 € por 1 litro da gasolina. Do outro lado da lista, com o preço mais alto combustível, está a Holanda (1,72 €). Em Portugal, o preço médio no primeiro semestre de 2021 foi de 1,55 € , colocando o país na 36ª posição entre 42 países incluídos.

Neste ano, outra vez decidimos verificar quantos litros de gasolina podem ser comprados com o salário médio em cada país europeu.

(clique nas setas para ver os dados dos 41 países restantes)

A Suíça com 3.582 litros foi a líder pela terceira vez. Luxemburgo (2.955 l) e Dinamarca (2.328 l) seguiram no pódio.

Em Portugal, de acordo com último anúncio do Instituto Nacional de Estatística o salário médio era de 968 €. Isso significa que o português poderá comprar 624 litros da gasolina para a média nacional (33º lugar). No ano passado, os portugueses podiam comprar 669 litros de gasolina.

Abaixo de Portugal na lista estavam países como a Bulgária (587 litros e 34º lugar), Turquia (494 litros e 35º lugar) e Sérvia (440 litros e 37º lugar). Por outro lado, a situação melhorou na Grécia (627 litros e 32º colocado), Itália (858 litros e 23º colocado) e Espanha (1.026 litros e 18º colocado).

Albânia, Moldávia e Ucrânia estão no final do ranking, onde o salário médio equivale a 289 litros, 358 litros e 389 litros de gasolina, respectivamente.

Líderes mundias

(passe o cursor rato sobre um país para ver informações sobre ele)

Dos 104 países pesquisados, o preço mais baixo por litro de gasolina foi registrado na Argélia (0,29 € / litro), e o mais caro – em Hong Kong (2,03 € / litro).

No ranking global do poder de compra dos salários, os pódios ocupam os países do Golfo Pérsico:

  1. Catar – 6.532 litros;
  2. Arábia Saudita – 5.170 litros;
  3. Kuwait – 5158 litros.

Por um salário médio, os residentes dos EUA podem comprar 4.723 litros de gasolina, Austrália – 4.128 litros, Canadá – 2.616 litros, China – 955 litros.

Cuba ficou em último lugar na lista. Neste país, podem comprar apenas 26 litros de gasolina por um salário médio (2 litros a menos que no ano passado). Tadjiquistão (188 litros) e Zâmbia (214 litros) foram um pouco mais altos.

Também vale a pena analisar o caso da Venezuela. Este país, em meio a uma situação económica instável, manteve os limites para a compra de gasolina introduzidos no ano passado. Cada residente pode adquirir 120 litros por mês a um custo de cerca de 0,0015 euros / litro. Acima deste limite, o preço do combustível sobe para 0,42 euros / litro. Pelos nossos cálculos, o salário médio neste país sul-americano é suficiente para 230 litros de gasolina (120 litros subsidiados e 110 litros a preço cheio), o que é um aumento de 82 litros em relação a 2020.

Metodologia

O índice de gasolina é uma classificação anual da relação preço-salário da gasolina mantida pela Picodi a partir de 2019.

Este relatório usa as taxas salariais médias mais recentes publicadas nos sites dos escritórios de estatística ou ministérios relevantes. Em alguns países onde os salários não são publicados por órgãos oficiais, usamos as estatísticas de Numbeo.

Os preços médios da gasolina para o primeiro semestre de 2021 em 104 países ao redor do mundo vêm de GlobalPetrolPrices.com e outras fontes locais. Para obter o número de litros, dividimos o salário líquido médio obtido com o auxílio das calculadoras locais de salários pelo preço médio de 1 litro de gasolina. Para a conversão, usamos as taxas médias dos últimos 90 dias de acordo com os dados do Google Finance.

Uso público

Deseja compartilhar as informações sobre os preços da gasolina e os salários médios em Portugal e ao redor do mundo com seus leitores? Sinta-se à vontade para usar todos os dados e infográficos apresentados neste relatório para fins comerciais e não comerciais, desde que indique o autor da pesquisa (Picodi.com) com um link para esta subpágina. Para copiar o código do infográfico interativo, clique no ícone com três pontos no canto superior direito. Se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco research@picodi.com.