Mão de VacaPesquisa de Mercado do Picodi.com

A diferença de preços dos bilhetes de cinema ao redor do mundo

Picodiagosto 12, 2019

Desde 1895, quando os irmãos Lumière demonstraram para o mundo as primeiras imagens em movimento, as salas de cinema se tornaram um entretenimento de massa. Durante a Grande Depressão de 1929, as pessoas das nações afetadas pela crise iam aos cinemas para se distraírem da dura realidade. Por outro lado, e não menos turbulento período do tempo, as salas de cinema foram usadas como dispositivos de propaganda e popularização de ideias.

No entanto, o presente relatório do Picodi.com não se destaca por analisar como as salas de cinemas afetam a vida pessoal da plateia, mas sim suas finanças. Primeiramente, nós verificamos a diferença de preços entre sessões 2D e 3D. Depois, nós comparamos os preços dos ingressos durante a semana e no fim de semana.

Acessório caro

Em todos os países analisados pelo Picodi, sessões de cinema 3D custam mais caro que sessões 2D, não apenas na América, mas em todo o mundo. Muitas salas de cinema do mundo não distribuem os óculos específicos para filmes 3D antes de cada sessão. Em muitos lugares, os clientes podem trazer consigo os seus óculos 3D do último filme que assistiram ou até mesmo comprar eles no cinema. Porém, o custo de comprar tais óculos numa sala de cinema pode ser cinco vezes mais alto comparado ao preço em lojas de atacado.

Em alguns países, a diferença entre os preços de filmes 2D e 3D pode chegar a um montante significativo de dinheiro. Por exemplo, na Alemanha, além do custo extra de 3€ (R$12,90) para uma sessão 3D, é necessário pagar um valor adicional de 1€ (R$3,4) pelos óculos. Isso significa que assistir um filme 3D se torna 45% mais caro que as sessões tradicionais.

Foi notado um aumento da cobrança de taxas similares para sessões 3D na Bolívia (50%), Portugal (38%) e Itália (31%).

No Brasil, a sessão de cinema 3D custa 13% a mais que o preço de ingresso de sessão padrão.. A menor diferença paga em ingressos para assistir o seu ator favorito nas telonas 3D foi notada na Arábia Saudita e Índia (6% e 7% respectivamente).

Quando se trata dos preços de bilhetes de filmes tradicionais, 2D, após converter a moeda local para dólares americanos, nota-se que os bilhetes mais caros são encontrados no Japão e no Reino Unido (os preços de sessões 2D durante a semana são $16,70 e $15,60 respectivamente). Por outro lado, os cinemas mais acessíveis estão no México e na Venezuela ($3,40 e $3,00).

A DIFERENÇA DE PREÇOS ENTRE BILHETES DE FILMES 2D E 3D

Encontro no cinema no fim de semana… ou não?

Na indústria cinematográfica, a popularidade de filmes é mensurada principalmente pela bilheteria no fim de semana da estreia. Dados de diferentes salas de cinemas na América e ao redor do mundo confirmam quea maior parte das pessoas vão ao cinema no fim de semana – e durantes esses dias são vendidos de 55 a 65% de todos os ingressos.

No Brasil, os cinéfilos têm motivos para se preocupar com as finanças – nos fins de semana os preços de ingressos sobem 5%. Na maioria dos países analisados, o preço se mantém os mesmos tanto durante a semana como nos fins de semana. Entretanto, em alguns lugares – como Indonésia – as sessões de cinema nos fins de semana chegam a ficar 50% mais caras.

A DIFERENÇA DE PREÇOS ENTRE BILHETES DE CINEMA NOS DIAS ÚTEIS E NO FIM DE SEMANA

Metodologia

Os preços foram tomados nos websites oficiais de redes de cinema. Nesse relatório, foram excluídos os preços de bilhetes em salas de cinema independentes, pré-estreias e qualquer tipo de venda promocional de ingresso. A pesquisa tomou como base sessões noturnas de filmes em cartaz em julho em cinemas de uma capital. A conversão da moeda foi determinada pela taxa de câmbio média em julho de 2019.

Uso Público

Todos os dados e infográficos presentes neste relatório podem ser livremente usados para ambos fins comerciais e não comerciais, desde que você indique o autor do artigo (Picodi.com) com o link para esta subpágina. Se você tiver alguma dúvida, sinta-se à vontade para nos contatar no e-mail: research@picodi.com.